quarta-feira, 31 de agosto de 2011

PASTEL DE NATA

Quando estamos de férias fazemos sempre pequenos pecados, doces, e aquele a quem não consigo resistir é ao Pastel de Nata. 
Na praia Pedra do Ouro encontramos um bar acolhedor, com gente simpática, onde passamos um bom bocado saboreando uma bebida fresca, alguns petiscos e um daqueles saborosos, estaladiços e cremosos Pastéis de Nata.
Deixo aqui a receita do meu Pastel de Nata. Embora possamos saborear pastéis de nata em muitos cafés e pastelarias, a receita original é um segredo exclusivo da Fábrica dos Pastéis de Belém em Lisboa.

INGREDIENTES:

8 gemas de ovo
500 g de açúcar
60 g de farinha
500 ml de leite
1 casca de limão
250 ml de água
600 g de massa folhada
1 pau de canela

Margarina, q.b.
Canela e açúcar em pó, q.b.
24 Forminhas de alumínio


PREPARAÇÃO:

Pré-aqueça o forno a 250º C.
Unte as formas com a margarina. Estenda a massa folhada em rectângulo e enrole-a. Corte a massa em rodelas com a espessura de 1,5 cm, coloque-as nas formas e fazendo pressão com os polegares no centro estenda-a até aos bordos de forma a que estes fiquem mais grossos.
Coloque as forminhas num tabuleiro de ir ao forno.
Dissolva a farinha com um pouco de leite, leve o restante ao lume com o pau de canela e a casca de limão. Quando estiver a ferver junte a farinha e mexa sempre até começar a ferver. Desligue o lume e reserve. Num outro tacho leve ao lume o açúcar e a água e mexa. Quando começar a ferver conte 3 minutos. Junte a calda do açúcar em fio ao leite e misture bem. Coe num passador e deixe arrefecer, até ficar frio.
Bata bem as gemas e adicione o creme já frio e mexa bem. 
Distribua este creme pelas forminhas e leve ao forno bem quente. Assim que os pastéis comecem a ficar lourinhos retire-os, cerca de 15 minutos. Deixe esfriar um pouco e desenforme.
Pode servi-los mornos ou frios.
Pode come-los simples ou polvilhados com canela ou açúcar em pó.

PASTEL DE NATA

BAR PRAIA PEDRA DO OURO

PASTEL DE NATA

JARDIM À BEIRA-MAR PLANTADO - É SEM DÚVIDA O MEU PORTUGAL, MAS ATÉ QUANDO?

O tempo de férias para alguns já terminou ou está a terminar, mas para outros está a começar. Eu estou no início e nestas férias vou tentar mostrar-vos o melhor e o que não está tão bem.
A região onde me encontro é maravilhosa, não só pelas suas praias como também pelo seu pinhal, o chamado "Pinhal do Rei"
E por ser a minha região favorita, deixo-vos algumas fotos das praias que visitei ontem e hoje.
O mar estava calmo,  sereno como todos aqueles que o contemplavam, de um azul profundo, maravilhoso.
Praia Água de Madeiros (Sul de S. Pedro de Moel)

ÁGUA DE MADEIROS

SÃO PEDRO DE MOEL, VISTO DE ÁGUA DE MADEIROS
BARCOS À PESCA, ESTÃO BEM OU MAL? EU JÁ NÃO SEI NADA!!!!
Este é o meu jardim e de todos aqueles que o visitam, que por terem gostado voltam, mas será assim até quando? Eu não consigo vislumbrar uma resposta válida e credível, alguém me consegue dar essa resposta? 

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

BIFINHOS NO FORNO COM MUZARELA

BIFINHOS NO FORNO COM MUZARELA


Estes bifinhos são uma boa opção para uma refeição rápida e que todos gostam. Para acompanhar optei só por uma boa salada de alface, mas podem ser servidos com um arroz de manteiga, puré de batata ou batatas fritas.
Os bifes têm de ser muito tenrinhos, contrafilé ou filé mignom, e também devem de ser finos.


INGREDIENTES (4 PESSOAS):


4 bifes
2 cebolas
4 dentes de alho
3 tomates maduros (ou de conserva)
12 fatias queijo muzarela
Sal
Pimenta da jamaica
Oregãos em pó
2 Cravinhos
Azeite




PREPARAÇÃO:


Num tacho coloque um fio de azeite e adicione as cebolas às rodelas e o alho picado. Deixe refogar até a cebola ficar translúcida. Junte o tomate limpo de peles e sementes, cortados em pedaços muito pequenos. Tempere com o sal, pimenta da jamaica, oregãos e os 2 cravinhos, deixe apurar e reserve.
Unte um tabuleiro com azeite e espalhe os bifes no fundo do tabuleiro. Por cima destes, coloque o refogado e por último o queijo muzarela.
Leve ao forno pré-aquecido a 180º C durante 30 minutos.

Bom Apetite! 


BIFINHOS NO FORNO COM MUZARELA

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

CRUMBLE DE MAÇÃ

Este fim-de-semana recebi a visita do meu primo P que está a viver em Inglaterra e sua esposa C é inglesa. Passámos um domingo muito animado em família. Uma das sobremesas tinha de ser da cozinha inglesa e a eleita foi crumble de maçã. Foi a primeira vez que a fiz, mas muito elogiada pela C, disse que estava muito melhor que aquela que a sua avó faz.
Esta receita foi retirada aqui

CRUMBLE DE MAÇÃ
INGREDIENTES:

6 maçãs
2 colheres de sopa de açúcar amarelo
2 colheres de chá de canela
2 chávenas almoçadeiras, farinha de trigo super fina Branca de Neve
1/2 chávena almoçadeira de açúcar branco
1 1/2 cálice de vinho do porto
150 g de  margarina amolecida

Gelado de natas (ou de baunilha)
Amêndoa laminada (torrada) ou castanha de caju


PREPARAÇÃO:

Comece por descascar as maçãs e corte-as em pedaços para uma taça, adicione o açúcar escuro, a canela e o vinho do Porto. Envolva tudo muito bem e reserve.
Numa outra taça mistura a farinha com o açúcar, adicione a margarina cortada em pedaços e amasse até obter uma massa areada, solta.
Unte um tabuleiro de pirex com margarina, espalhe a maça no tabuleiro, cubra com a mistura da farinha e regue com o molho que ficou das maçãs. 
Leve ao forno a 180º C durante 30 minutos. Até ficar tostado.
Sirva com uma bola de gelado e se gostar polvilhe com lâminas de amêndoa torrada ou castanha de caju.

Para degustar sirva um bom vinho tinto fresco.

Bom Apetite! 

CRUMBLE DE MAÇÃ

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

BISCOITOS DE CHOCOLATE

BISCOITOS DE CHOCOLATE


Estes biscoitos são deliciosos e fáceis de fazer. Crocantes, com sabor intenso a chocolate, comemos um, outro, outro e mais ......
Com esta receita fiz 45 biscoitos.


BISCOITOS DE CHOCOLATE
INGREDIENTES:



225g de manteiga em temperatura ambiente
140g de açúcar
1 gema de ovo
1/2 colher de chá de baunilha
250 g de farinha de trigo Branca de Neve
25 g de cacau em pó
3 barrinhas de chocolate preto
Sal em pó

PREPARAÇÃO:

Pré-aqueça o forno a 180 º C
Bata a manteiga com o açúcar até obter uma massa cremosa e esbranquiçada.
Adicione a gema, a baunilha e o sal e misture bem.
Adicione a farinha peneirada e o cacau, por fim adicione o chocolate preto cortado em pedacinhos pequenos.

Faça bolinhas na mão e achate-as ligeiramente. Pode também pressionar com um garfo, o que lhe dá um formato muito bonito. Use a sua imaginação. Coloque num tabuleiro forrado com papel vegetal. 

Leve ao forno por cerca de 15mns. Retire e deixe esfriar.

BISCOITOS DE CHOCOLATE

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

BOLO DE TOMATE E BAGAS GOJI


"As bagas goji ou goji berries (as bagas anti-envelhecimento) são umas bagas vermelhas provenientes do Noroeste da China e do Tibete. São vendidas no seu estado seco, ainda cruas, porque são desidratadas ao sol ou a temperaturas inferiores a 40ºC.
São saborosíssimas e podem ser comidas directamente do pacote ou adicionadas a cereais de pequeno-almoço, saladas de frutas, batidos, como se tratasse de qualquer outra fruta seca.
Embora sejam uma novidade na cozinha Ocidental, os chineses têm conhecimento dos poderes especiais desta baga desde há milhares de anos. Das cerca de 8000 ervas e alimentos que fazem parte da Medicina Tradicional Chinesa, as Goji berries são consideradas a erva-alimento nº 1. Estão no topo da tabela.
As bagas goji contribuem para uma vida alegre, energética e saudável. Saborosas, fáceis de incorporar no dia-a-dia e tão concentradas em nutrientes, não admira que estas pequenas bagas sejam um fenómeno extraordinário de sucesso por todo o mundo.

Informação nutricional
As Goji berries são provavelmente a fruta mais rica em nutrientes que existe no planeta. São uma fonte de proteína completa. Contêm 18 aminoácidos diferentes, entre os quais estão os 8 essenciais ao corpo humano. Contêm até 21 minerais, entre os quais: zinco, ferro, cobre, cálcio, selénio e fósforo. 

As Goji berries contêm também vitaminas B1, B2, B6 e vitamina E. E também polissacarídeos, que fortificam o sistema imunitário, sendo que este é um dos elementos responsáveis pelo seu extraordinário efeito anti-envelhecimento.


Usos tradicionais

Na Medicina Tradicional Chinesa, as Goji berries têm sido consideradas como um alimento da mais alta qualidade para promover a longevidade, dar força e estimular a potência sexual.
Consta que o famoso Li Qing Yuen, que popularizou o Ginseng na cultura chinesa e que aparentemente viveu até à madura idade de 252 anos (!!!) (1678-1930), consumia Goji berries diariamente.


Benefícios e possíveis efeitos medicinais

Muitos estudos publicados nos últimos anos, principalmente na China, reportam possíveis efeitos medicinais das bagas goji, especialmente devido às suas propriedades antioxidantes, incluindo potenciais benefícios contra doenças cardio-vasculares e inflamatórias, problemas de visão, do sistema neurológico e imunitário. Também se lhe atribuem propriedades anti-cancerígenas. É uma fruta anti-envelhecimento por excelência, aumentando os níveis de energia, ajudando no processo digestivo e na perda de peso - por ser tão concentrada, basta comer pouca quantidade para se sentir saciado e bem nutrido.
Os aminoácidos presentes nestas pequenas bagas estimulam o funcionamento de células brancas até 300%, tornando muito difícil que quem as consome fique constipado ou com gripe.
Uma das mais recentes descobertas acerca dos benefícios das Goji berries é a sua capacidade de melhorar os níveis de insulina nos diabéticos. As Goji berries têm ainda a propriedade de o fazer rir e sorrir durante o dia todo. Por isso há quem lhes chame de happy berry ou smiling berry.


Como usar

Directamente do pacote, em misturas com outras frutas secas e/ou frescas, em batidos, mueslis, chás (excelente para melhorar o sabor de alguns chás medicinais, mitigando o sabor adstringente ou amargo que muitas plantas têm).
Também podem ser demolhadas e rehidratadas em água. Esta água é excelente para hidratar o corpo e pode ser usada como base para qualquer receita culinária. Dosagem: quantidade razoável – 15 a 45 gramas diárias, ou seja, cerca de uma mão-cheia."


Texto retirado de: Centrovegetariano.org

Vi algumas receitas do bolo de tomate em vários blogs, achei interessante e como gosto de desafios coloquei as mãos na massa e eis o resultado:

BOLO DE TOMATE E BAGAS GOJI


INGREDIENTES:

 100 g de manteiga amolecida
 200 g de açúcar amarelo
 2 ovos grandes
 200 g de polpa de tomate (ou um pacote dos pequenos)
 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
 150 g de farinha de trigo Branca de Neve
 1 colher de chá de fermento em pó 
 1 colher de chá de canela
 100 g de bagas goji
 Vinho do Porto



Preparação:

Se não comprou o pacote de polpa de tomate, comece por retirar a pele aos tomates e as sementes. Triture muito bem. Coloque as bagas goji numa taça e cubra-as com o Vinho do Porto.
Bata o açúcar com a manteiga até obter uma massa cremosa e adicione os ovos mexendo muito bem.
Num outro recipiente coloque a polpa de tomate e junte-lhe o bicarbonato de sódio, mexendo e aguarde cerca de um minuto. A polpa do tomate vai começar a borbulhar e a crescer. Adicione-o à mistura anterior.
Adicione a farinha peneirada, o fermento, a canela e as bagas goji escorridas, envolva tudo muito bem. Vai ao forno quente a 180º em forma muito bem untada durante cerca de 35 minutos. Verifique se está cozido com o teste do palito.
O bolo fica baixo. Utilizei uma forma com 28 cm, mas numa próxima vez irei utilizar uma menor, com 21 cm, para que fique um pouco mais alto. 


Deixe arrefecer um pouco e desenforme.
Pode servir simples ou com iogurte grego e chocolate derretido, geleia de um fruto a seu gosto ou com uma bolinha de gelado.
Em substituição das bagas goji pode utilizar nozes ou passas de uva.

Acompanha muito bem com Vinho Moscatel fresco ou Vinho do Porto.

BOLO DE TOMATE E BAGAS GOJI







sábado, 6 de agosto de 2011

ROBALO ESCALADO

Aqui em casa comemos muito peixe, cozido, no forno ou grelhado.
Um dos eleitos é o robalo, o qual se pode cozinhar diversas maneiras, no forno, Robalo ao Sal; cozido com legumes; Arroz de Robalo ou grelhado como apresento hoje.

INGREDIENTES (2 pessoas):

2 robalos com 300 g/ cada
4 batatas
1 couve
6 dentes de alho
Sal q.b.
Azeite q.b.

PREPARAÇÃO:

Comece por limpar o peixe, e dê um golpe ao longo da espinha para o espalmar. Tempere com sal e reserve.
Enquanto o marido prepara o churrasco, escolha a couves e corte-as em juliana grossa, reserve. Descasque as batatas.
Coza as batatas num tacho com água temperada com sal, noutro tacho ao lado coza as couves, não as coza muito para não de desfazerem.
Escorra as batatas e as couves.
Numa frigideira coloque azeite e o alho laminado, deixe fritar sem que o alho escureça, adicione a couve bem escorrida e envolva esta no azeite.
Ao grelhar o peixe, passe sobre este, com a ajuda de um pincel, um pouco de azeite, não grelhe muito para o peixe não ficar seco.
Sirva de imediato com as batatas e as couves acompanhado de um bom vinho branco, fresco, deixo aqui a minha sugestão, Herdade Grande, Col. Seleccionada Branco 2009. 

Bom Apetite!

ROBALO ESCALADO


DOCE DE TOMATE MFP

Nesta época do ano existem muitas frutas, boa altura para fazermos conservas, doces e geleias. Há algum tempo que queria fazer doce na máquina do pão. Deixo-vos a receita do doce de tomate, embora algumas receitas que pesquisei na net digam que utilizaram uma vez só o programa, eu tive de repetir. Apesar de repetir o programa, é mais vantajoso na MPF do que no fogão, pois não temos de estar sempre a mexer o doce com a colher.

INGREDIENTES:

1K g de tomate sem pele e sementes
800 g de açúcar amarelo
2 paus de canela
Casca de meio limão
1 cálice de rum

PREPARAÇÃO:

Comece por arranjar o tomate, tirando a pele, a maior parte das sementes e corte-o em pedaços pequenos
Coloque os ingredientes na MFP e programe de no programa de Doces. Repita o programa mais uma vez.
Deixe arrefecer e coloque o doce em frascos que já foram previamente esterilizados.








quarta-feira, 3 de agosto de 2011

MORCELA DE ARROZ

A morcela é um dos pratos muito apreciados na gastronomia da Alta Estremadura. Esta pode comer-se como um petisco, com broa de milho e pão de centeio, ou como refeição cozida, frita com cebola ou grelhada guarnecida com verdura e batatas cozidas.

Recordo-me de na minha infância, haver a matança do porco em casa dos meus avós, maternos e paternos, eram dias de muito trabalho mas também de muita festa. Homens e mulheres trabalhavam, contavam histórias, recordavam-se outros tempos já passados. Ouviam-se as crianças a brincar no pátio. Era uma mistura de sons que nos enchiam a alma e o coração. E são esses bons momentos que muitas vezes recordo e ainda sinto como se tivessem sido ontem.
Em homenagem às minhas avós, que foram umas Mulheres com M maiúsculo, deixo-vos aqui a receita da morcela de arroz, que tantas vezes vi as minhas avós fazer: 

INGREDIENTES:

Sangue de um porco
2 Kg de arroz
4 cebolas grandes
1 ramo de salsa grande
Cominhos (em pó), cravinho (em pó) e sal q.b.


PREPARAÇÃO:

Quando da matança do porco, recolhe-se o sangue num alguidar, onde já se deitou um pouco de o vinho, para não coagular. Ao sangue mistura-se  algumas gorduras do porco cortadas aos bocados, as cebolas bem picadinhas, o arroz mal cozido, a salsa picada, o sal, os cominhos e o cravinho. Mexe-se e com ela enchem-se as tripas (que já foram bem lavadas com água e limão e viradas de fora para dentro e bem raspadas, na época das minhas avós eram raspadas com um ramo fino de verga verde). Atam-se com um fio e juntam-se os dois lados. Não encher por completo, (pois durante a cozedura o arroz e o sangue vão aumentar o seu volume), para a morcela não rebentar.
Coloque as morcelas numa panela com água a ferver onde já adicionou uma cebola. Já na panela devem picar-se com um garfo para não rebentarem. Estão cozidas quando da tripa já não sai sangue. Deixe arrefecer e sirva como petisco ou refeição.

MORCELA

terça-feira, 2 de agosto de 2011

FUSILI COM FRANGO DO CAMPO

Em casa comemos frangos e galinhas que criamos na nossa capoeira. Para além de ser uma carne muito mais saborosa também sabemos o que comemos, as galinhas crescem normalmente sem adição de hormonas. Os ovos são de uma cor laranja viva, muito diferentes daqueles que encontramos no supermercado.
Hoje para o jantar fiz fusili, embora o meu marido não seja adepto de massas, mas se não lhe servir muitas vezes aceita.....

FUSILI COM FRANGO DO CAMPO
INGREDIENTES (2 PESSOAS):


Metade de um frango
250 g de fusili (a seu gosto, de cor ou de uma só cor)
2 cenouras
1 tomate maduro grande, ou 2 pequenos
150 g de ervilhas
Meio pimento vermelho
1 cebola grande
1 folha de louro
2 dentes de Alho
1 dl de vinho branco
Água q.b.
1 dl de Azeite
Sal e Piri-piri q.b.


6 dentes de Alho


PREPARAÇÃO:


Comece por preparar a cebola (em rodelas), os tomates( retire a pele e corte em pedaços pequenos), o pimento (em tiras finas), as cenouras (em cubos pequenos) e os 2 alhos (em pedacinhos bem pequenos).

Coloque o azeite no tacho com a cebola e os 2 dentes de alho, deixe refogar ligeiramente e em seguida adicione o tomate, as cenouras, as ervilhas e a folha de louro. Envolva tudo muito bem e deixe refogar durante 5 minutos.
Adicione o frango, tempere com sal e piri-piri, envolva tudo novamente. Regue com o vinho branco e um pouco de água, só a suficiente para tapar o frango. Deixe cozinhar em fogo lento. Mexa de vez em quando.

Num tacho ao lado coza al dente o fusili em água temperada com sal. No final da cozedura escorra a água excedente.

Já com o lume desligado, adicione o fusili já cozido ao frango, também já cozido. Junte o pimento vermelho e os 6 dentes de alho bem picadinhos. Envolva tudo e rectifique os temperos, tape o tacho e deixe suar durante 5 minutos para que o pimento amoleça e o aroma do alho perfume o fusili.

Bom Apetite!
FUSILI COM FRANGO DO CAMPO
AS MINHAS MENINAS, PREPARANDO-SE PARA DORMIR

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

ALGARVE




Algarve região de Portugal onde o sol brilha mais horas, proporcionando um clima ameno durante todo o ano, cuja costa é repleta de praias magníficas banhadas pelo oceano Atlântico. Grande diversidade de alojamento, magnífica vida nocturna, com muitas discotecas, bares e muitas outras festas que atraem turistas dos quatro cantos do mundo.
A sua gastronomia é variada, (Amêijoas na Cataplana, Conquilhas à Algarvia, Sopa de Lebre, Sopa de Conquilhas, Bacalhau à Algarvia, Feijoada de Marisco, Assadura à Monchique, Perdiz com Amêijoa na Cataplana, Ovos Moles, Pudim de Laranja, Dom Rodrigo, Morgados, etc..), gosto de todas esta iguarias, mas delicio-me com os Bifes de Atum de Cebolada e os Bolinhos de Massa de Amêndoa.





BOLINHOS DE MASSA DE AMÊNDOA

INGREDIENTES:


250 g de amêndoas
250 g de açúcar
clara de ovo
Corantes de várias cores
Formas de papel frisado


PREPARAÇÃO:


Escalde as amêndoas com água a ferver, retire-lhes a pele e seque-as no forno quente mas mantendo a porta aberta.
Pique as amêndoas na máquina de triturar até obter um grão muito fino quase em pó.
Junte a amêndoa ao açúcar e vá amassando estes ingredientes com bocadinhos de clara de ovo até a massa ficar com uma consistência moldável.
Deixe a massa descansar cerca de uma hora. Divida a massa em várias porções e colore-os com os corantes.
Molde pequenos bolinhos com a forma de frutos,(figos, pêras, maçãs, uvas, limões, cenouras, cerejas, etc..) dê asas à sua imaginação.

Coloque em forminhas de papel frisado.

BOLINHOS DE MASSA DE AMÊNDOA

BIFES DE ATUM DE CEBOLADA

INGREDIENTES (4 pessoas):


1 kg g de atum fresco (em posta) 
1/2 pimento verde
1/2 pimento vermelho
1 dl de vinagre
4 dentes de alho
2 folhas de louro

1 dl de azeite
2 cebolas grandes
Sal e pimenta q.b.



PREPARAÇÃO:

Cortam-se os bifes como se a posta de atum fosse um bocado de carne de vaca. Põem-se os bifes de atum a marinar durante algumas horas com o vinagre, os dentes de alho cortados em rodelas, sal e pimenta e o louro.
Depois de marinados escorrem-se e fritam-se os bifes de atum em azeite. Retiram-se para um prato.Entretanto, corte as cebolas em rodelas finas, os pimentos em tiras finas e deite-os no azeite que serviu para fritar os bifes. Quando a cebola estiver translúcida, introduzem-se os bifes de atum novamente no tacho e regam-se com a marinada. Deixe estufar um pouco, rectifique de sal e pimenta. Sirva com batatas cozidas.

Bom Apetite!