sábado, 18 de janeiro de 2014

BRANDADE DE BACALHAU COM BATATAS

Muitos dizem que brandade de morue teve a sua origem em França na zona de Provence. Quando da Revolução Francesa este prato ficou muito popular, quando o bacalhau salgado era muito caro, juntaram-lhe a batata, tornando-a tão popular que foi mesmo decretada como parte oficial da cantina dos soldados. Não havendo recurso para levar muito bacalhau, adicionavam-lhe mais batata. 



INGREDIENTES - 4 pessoas
  • 30 g de azeite
  • 5 dentes de alho
  • 200 g de natas c/ 35% de gordura
  • 800 g d água
  • 400 g de bacalhau em posta, usei Bacalhau Dias
  • 400 g da batata cortada em pedaços
  • Pão do dia anterior, para fritar
  • Salada de alface, para acompanhar
  • Flor de sal, Marnoto
  • Pimenta 5 bagas, Margão
PREPARAÇÃO - Bimby
  1. Coloque no copo o alho e programe 4 seg/ vel 8;
  2. Com a ajuda da espátula baixe o que ficou na parede do copo;
  3. Junte o azeite e programe 5 min / 100º C/ vel colher;
  4. Adicione as natas e programe 25 min/ 60º/ vel colher;
  5. Triture 6 seg/ vel 7, retire e reserve;
  6. Coloque no copo a água, na Varoma coloque o bacalhau e no tabuleiro as batatas, programe 35 min/ Varoma/ vel 2. Retire e reserve;
  7. Com o copo limpo, coloque as batatas, o bacalhau sem espinhas e peles, tempere a gosto com pimenta 5 bagas, flor de sal, metade do preparado das natas e alho, triture 30 seg/ vel 7;
  8. Coloque num pirex, cubra com o restante preparado das natas e leve ao forno pré-aquecido a 200º C cerca de 20 minutos ou até estar gratinado.
  9. Sirva com triângulos de pão frito e uma boa salada de alface.

PREPARAÇÃO - Tradicional
  1. Coza as batatas e o bacalhau;
  2. Pique muito bem o alho;
  3. Num tacho coloque o azeite, junte o alho e refogue ligeiramente;
  4. Junte as natas, cozinhe em lume brando, durante 10 minutos e reserve;
  5. Retire as peles e as espinhas ao bacalhau;
  6. Reduza as batatas em puré, junte o bacalhau que foi desfiado e triturado com a ajuda de um almofariz ou um triturador;
  7. Adicione metade do preparado das natas, tempere a gosto com a pimenta 5 bagas, flor de sal e envolva até ter uma massa homogénea.
  8. Coloque num pirex, cubra com o restante preparado das natas e leve ao forno pré-aquecido a 200º C cerca de 20 minutos ou até estar gratinado.
  9. Sirva com triângulos de pão frito e uma boa salada de alface.
Nesta receita utilizei:


terça-feira, 14 de janeiro de 2014

ÓLEO ALIMENTAR - COMO UTILIZÁ-LO



Existem vários tipos de óleo, um para cada preparação de receita.
Um dos óleos mais comuns é o óleo vegetal. Os óleos alimentares mais comuns são:


Óleo de girassol: É pobre em gordura e rico em vitamina E. Podemos utilizá-lo para fritar, cozinhar e temperar saladas.
Óleo vegetal: Constituído por uma mistura de vários óleos, girassol, milho, soja e palma. Podemos utilizá-lo em receitas e para fritar.
Óleo de milho: Rico em ácido linoleico, que ajuda na manutenção dos níveis de colesterol.Podemos utilizá-lo em cozimentos e fritos, mas só em fritos que atinjam temperaturas médias, ideal para utilizar a frio nos temperos das saladas, molhos e outros.
Óleo de amendoim: Rico em gorduras insaturadas, apresenta elevados níveis de vitaminas D e E e é um óleo de fácil digestão. De sabor agradável, ideal para os fritos, resistentes a elevadas temperaturas.
Óleo de canola: Extraído do grão da planta Colza, tem baixo teor de gorduras saturadas e de alta gordura mono-insaturada. Use-o para os fritos, mas só em temperaturas médias, cerca de 450 graus F.
Azeite: O mais saudável de todos os óleos, pois é o mais rico em gordura mono-insaturada que ajuda a reduzir o risco de doença cardíaca. Existem diferentes variedades de azeite, virgem, virgem extra, extra leve e refinado. Existem muitos usos para todas as variedades, como tempero de saladas, refogar e cozinhar.


O seu destino, depois de utilizado

Depois de utilizar o óleo uma vez, este pode ser reaproveitado mas com algum cuidado. Para o reutilizar é preciso filtrá-lo a temperatura média através de um filtro de café ou uma gaze.
Se o óleo foi utilizado para fritar peixe o mesmo não deve ser utilizado para fritar carne. Pode utilizar o óleo até quatro vezes, com excepção do óleo que fritou peixe.
Quando o óleo começar a ficar escuro deve deve utilizá-lo mais.

Coloque-o num recipiente de plástico e leve-o para um Oleão, procedendo assim evita a contaminação do meio ambiente. 

Sabia que um litro de óleo pode contaminar até 10.000 litros de água? 


Proteja o ambiente, recicle.

domingo, 12 de janeiro de 2014

BRIOCHE EM FORMA DE LAGARTIXA RECHEADO COM NOZES E PASSAS DE UVA

Um brioche diferente para uma festa de anos, um lanche ou para o começo de um dia bem mais divertido.


INGREDIENTES

PARA A MASSA:

  • 250 g de leite
  • 125 g de manteiga
  • 20 g de fermento padeiro Vahiné
  • 2 ovos
  • 1 colher de chá de açúcar baunilhado Vahiné
  • 500 g de farinha de trigo Espiga, sem fermento
  • 50 g de açúcar
  • 1 colher de chá de flor de sal Marnoto
  • 1 ovo para pincelar
PARA O RECHEIO
  • 120 g de manteiga
  • 120 g de açúcar mascavado
  • 100 g de passas de uva sem grainha
  • 100 g de miolo de nozes
PREPARAÇÃO - Bimby
  1. No copo coloque o leite, a manteiga, o fermento e programe 2 min/ 37º C/ vel 1;
  2. Adicione os ovos, a farinha, o sal e programe 20 seg/ vel 6;
  3. De seguida amasse 3 minutos/ vel espiga;
  4. Deixe a massa repousar, dentro do copo, durante 1 hora ou até dobrar de volume;
  5. Estenda a massa sobre uma superfície enfarinhada, em forme de um rectângulo;
  6. Pincele com a manteiga derretida, espalhe por cima o açúcar mascavado, as passas de uva e o miolo das nozes, deixando uma borda sem recheio, que irá ser utilizada para fazer os anéis da lagarticha;
  7. Enrole até ao fim da massa com recheio, corte a massa sem recheio em tiras e cubra o rolo com as mesmas;
  8. Para imitar os olhos pode colocar 2 passas de uvas ou duas pepitas de chocolate;
  9. Transfira para um tabuleiro forrado com papel vegetal;
  10. Pincele com ovo batido;
  11. Deixe levedar mais 30 minutos;
  12. Leve ao forno pré-aquecido a 180º C durante cerca de 35 minutos;

PREPARAÇÃO - tradicional
  1. Com o leite morno dissolva o fermento;
  2. Misture a farinha com a manteiga, o sal, os ovos, junte o leite aos poucos e vá amassando até que a massa deixe de se agarrar às mãos, se for necessário junte um pouco mais de farinha;
  3. Deixe a massa repousar durante 1 hora ou até dobrar de volume;
  4. Siga os passos indicados em cima, a partir do nº 5

Nesta receita utilizei:


quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

SALADA DE ALMEIRÃO COM BATATA

Não conhecia esta excelente planta parecida com a alface, mas de sabor um pouco mais amargo. Conheci a mesma através da minha colega de trabalho E... que a trouxe da horta dos seus pais.

Originário da Europa o almeirão é cultivado em todo o mundo, tanto para a alimentação humana como de animais. Pertence à família da chicória comum, mas difere na sua forma, sabor e na quantidade das suas propriedades. O almeirão é uma excelente fonte de vitamina E e A, ferro, muita fibra e pouco cálcio. Esta verdura é usada em tratamentos do fígado, vesícula biliar e baço, pois ajuda a libertar o excesso de gordura, fumo e álcool, ajudando na estimulação da função hepática. Também ajuda na redução do colesterol e no bom funcionamento intestinal, como todas as verduras.

A salada de almeirão com batata acompanha bem com grelhados, peixe ou carne e peixe frito. Também pode substituir a batata por feijão frade. 


INGREDIENTES
  • 4 batatas cozidas
  • 10 folhas de almeirão
  • 1 cebola picada
  • Azeite q.b.
  • Vinagre vinho branco Paladin, q.b.
  • Flor de sal, Marnoto

PREPARAÇÃO

  1. Lave muito bem as folhas de almeirão;
  2. Corte-as como se fosse para caldo-verde;
  3. Esmague as batatas cozidas, adicione o almeirão, a cebola picada e envolva bom;
  4. Tempere com azeite, vinagre de vinho branco Paladin e flor de sal Marnoto;
  5. Sirva com carne ou peixe.

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

LICOR DE ROMÃ

Este licor de romã esteve em estágio durante três meses, chegou a hora de o mostrar e provar.



INGREDIENTES

  • 3 dl de aguardente vinícola
  • 2 romãs grandes
  • 170 g de açúcar escuro
  • 3 tiras de casca de limão
PREPARAÇÃO
  1. Corte as romãs ao meio;
  2. Com a ajuda de um cabo de uma faca, bata na casca da romã com força para que os bagos da romã se soltem;
  3. Coloque os bagos dentro de um frasco, esmague-os levemente a fim de largarem algum sumo;
  4. Cubra-os com o açúcar, a raspa de limão e deixe macerar durante 15 dias;
  5. Após esse tempo adicione a aguardente;
  6. Deixe macerar durante 3 meses, mexendo todas as semanas o licor;
  7. Depois é só coar e deliciar-se.


segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

PASTÉIS DE BACALHAU

Hoje trago mais uma sugestão de receita económica e feita com aproveitamentos da refeição anterior, pois com os tempos que correm nada se pode desperdiçar e comida sobre a mesa e muito amor para dar são dois bens preciosos que devemos sempre ter.



INGREDIENTES:
  • Bacalhau Dias, cozido  (sobrou-me uma posta)
  • Batatas cozidas (sobraram-me duas)
  • Cenoura cozida (sobrou-me uma)
  • 1 cebola pequena picadinha
  • 2 Ovos
  • 1 colher de sopa de especiaria: Segredos Alho e Salsa, Margão 
  • Flor de Sal Marnoto, q.b.
PREPARAÇÃO:
  1. Desfie o bacalhau e reserve;
  2. Esmague as batatas e a cenoura, reserve;
  3. Numa taça bata os ovos, adicione a cebola, bem picada e envolva;
  4. Adicione o bacalhau, as batatas, a cenoura e envolva bem;
  5. Tempere com flor de sal e a especiaria Alho e Salsa;
  6. Aqueça o óleo numa frigideira com rede, molde os pasteis com duas colheres de sopa e adicione-os ao óleo bem quente;
  7. Sirva com arroz e uma salada, ou como complemento de um almoço ou jantar depois de uma sopa.
Nesta receita utilizei:



quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

SOBRAS DE PÃO - TOSTAS E TOSTINHAS

Depois das festas existem sempre sobras e uma delas é o pão, com eles fiz umas maiores e outras mais pequenas, que utilizei para acompanhar o paté de sardinhas e sapateira recheada.



INGREDIENTES

  • Pão, de um ou dois dias anteriores
PREPARAÇÃO
  1. Corte o pão em fatias finas, cerca de meio centímetro;
  2. Corte algumas fatias ao meio a fim de obter algumas tostas mais pequenas;
  3. Pré-aqueça o forno a 180º C;
  4. Coloque as fatias na grelha do forno;
  5. Ligue a turbina do forno para o ar circular e tostar em uniforme o pão;
  6. Retire assim que estejam douradas.