4 de dezembro de 2019

POLVO ASSADO NO FORNO COM PURÉ DE BATATA-DOCE


Na Consoada o polvo é o prato típico da região do Minho e Trás-os-Montes, embora no decorrer de décadas outras regiões também o tenham acolhido nesta época festiva, sendo muitos os pratos onde este molusco é rei, como por exemplo cozido e acompanhado com batatas, molho de azeite com alho picado e pimentão, receitas que pode encontrar no bloque Arroz de Polvo, Polvo à LagareiroEnsopado de Polvo e Batata-Doce, Polvo no Forno com Vinho do Porto, Polvo Frito, etc.

Para acompanhamento fiz puré de batata-doce em substituição da batata a murro.



Ingredientes - 4 pessoas
  • 2 polvos congelados, com cerca de 2 kg
  • 1 cebola
  • 1 folha de louro
  • 1 cabeça de alhos
  • 6 batatas-doces grandes
  • 100 g de manteiga
  • 150 ml de leite
  • 250 ml de azeite
  • Sal q.b., usei Marnoto
  • Pimenta branca, usei Margão
  • Salsa q.b.

Preparação
  • Numa panela coloque as batatas-doces a cozer em água temperada com sal;
  • Na panela de pressão coloque o polvo, cubra com água, tempere com sal, adicione a folha do louro e a cebola com casca, leve ao lume deixe cozer durante 35 a 40 minutos;
  • Pré-aqueça o forno a 180º C;
  • Escorra o polvo, corte-o em pedaços, coloque-o num tabuleiro, adicione os alhos picados e regue com o azeite;
  • Leve ao forno, quando o polvo estiver dourado, está pronto;

  • Enquanto o polvo está no forno prepare o puré, retire a pele às batatas, reduza a puré com o auxilio de um grafo, coloque o puré num tacho, adicione um fio de azeite, a manteiga, o leite e pimenta a gosto, mexa até obter um puré cremoso;
  • Sirva o polvo com o puré de batata-doce e polvilhe com salsa picada.
Na receita utilizei estes excelentes produtos:


30 de novembro de 2019

TARTE DE REQUEIJÃO


Mais uma deliciosa tarte, também esta sem necessidade de levar base, super fácil de fazer e muito saborosa.
A receita é da revista Teleculinária  nº 1975, que como sempre tem sugestões para todos os sabores e ocasiões. 

Ingredientes

  • 300 g de açúcar amarelo
  • 50 g de manteiga
  • 120 g de farinha
  • 6 ovos
  • 2 requeijões
  • 1 colher de chá de fermento em pó, usei Vahiné
  • 1 pitada de sal, usei Marnoto
  • Papel vegetal 
  • Manteiga para untar


Preparação
  • Unte uma tarteira de fundo amovível com manteiga e forre com papel vegetal;
  • Derreta a manteiga, reserve;
  • Pré-aqueça o forno a 180º C;
  • Triturar o requeijão com o açúcar, o sal, os ovos e a manteiga derretida, com a ajuda de um liquidificador ou com a varinha mágica;
  • Junte a farinha e o fermento, misture bem para não ficar com grumos;
  • Deite na tarteira e leve ao forno a 180º C cerca de 25 minutos, até ficar douradinha;
  • Retire e deixe arrefecer antes de desenformar;
  • Sirva com um vinho licoroso ou Vinho do Porto.
Utilizei estes excelentes produtos na confecção desta tarte:



22 de novembro de 2019

FLAN PÂTISSIER


Muito rápido e fácil de fazer, com resultado perfeito e super guloso.

Existem outras versões que levam uma base de massa quebrada, mas esta é sem dúvida a minha preferida, sem base.

Neste coloquei cascas de limão, mas podem colocar meia vagem de baunilha ou 1 colher de chá de essência de baunilha.


Ingredientes

  • 1 forma de 22 cm com aro removível
  • 800 ml de leite
  • 200 ml de natas
  • 4 ovos
  • 100 g de amido de milho
  • 180 g de açúcar
  • 2 casquinhas de limão



Preparação
  • Comece untar a forma com manteiga e depois forre com papel vegetal;
  • Pré-aqueça o forno a 200º C;
  • Coloque o leite numa caçarola com as cascas de limão, assim que comece a ferver retire do lume, reserve;
  • Misture o açúcar com o amido de milho;
  • Numa taça funda bata os ovos com a mistura do açúcar e o amido de milho;
  • Adicione as natas e envolva;
  • Retire as cascas de limão do leite e sem parar de bater com a ajuda de um fouet, adicione-o em pequenas quantidades à mistura anterior;
  • Leve ao lume até engrossar mexendo sempre;
  • Reserve o creme numa taça, tape com película aderente (a película deve de ficar em contacto com o creme, para este não ganhar crosta), deixe arrefecer por completo;
  • Depois de frio, coloque o creme na forma, alise e leve ao forno a 200º C durante 20 minutos, aumente para 220º C e deixe cozinhar por mais 5 ou dez minutos para ganhar uma crosta escura;
  • Retire, deixe arrefecer e de preferência sirva no dia seguinte.

11 de novembro de 2019

CASTANHAS - QUENTES E BOAS


"Quentes e boas ..... oh freguês", ainda assim é o pregão em alguns locais para anunciar a venda das castanhas, que tão bem sabem arranjar.

Para quem não tem a possibilidade de as assar sobre o lume, deixo aqui algumas sugestões práticas e rápidas de as assar, não há desculpa para não comemorarem o S. Martinho 😉

Imagem da net

No S. Martinho, como diz a tradição, faz o Magusto e vai à adega provar o teu vinho. É um dia que se comemora de varias formas, consoante as regiões, comem-se castanhas assadas no aconchego do nosso lar, em grupos de amigos, em festas e romarias, elas comem-se cozidas, assadas no forno, na frigideira, no micro-ondas ou num assador sobre o lume.

É um fruto rico em hidratos de carbono e minerais, com benefícios para a saúde, não devendo ser consumida em exagero, como todos os alimentos.

Para além da confeção em vários pratos de carne, em licores, na doçaria, na padaria, podemos come-las simples, sempre quentinhas, pois frias a pele torna-se mais difícil de tirar.


🌰 Castanhas cozidas
Comece por dar um golpe nas castanhas, coloque-as numa panela, adicione a erva doce e o sal, adicione água até tapar as castanhas, leve ao lume e deixe cozer.
Por fim escorra a água e sirva de imediato.

🌰 Castanhas assadas na frigideira

Depois de dar um golpe nas castanhas, passe-as por água e coloque-as numa frigideira,  não as sobreponha, salpique-as com sal, tape a frigideira com um testo e deixe cozinhar em lume brando cerca de 15 a 20 minutos, salpique as castanhas com água de vez em quando e sacuda a frigideira regularmente para não queimar as castanhas.
Retire-as para um pano ou folha de jornal, embrulhe-as e deixe repousar cerca de 5 minutos.
Sirva de imediato.

🌰 Castanhas assadas no forno

Dê um golpe nas castanhas, passe-as por água e coloque-as num tabuleiro, nas as sobreponha, salpique-as com sal e leve-as ao forno a 200º C cerca de 40 a 45 minutos, até estarem tenras e a pele a soltar-se.
Sirva de imediato.

🌰 Castanhas assadas no micro-ondas

Dê um golpe em todas as castanhas, não deixe nenhuma sem golpe pois irá rebentar dentro do micro-ondas.
Coloque-as numa taça de vidro. Noutra taça coloque uma castanha e encha com água, o vapor da água irá impedir que as castanhas sequem e a castanha irá impedir a ebulição.

Coloque as taças no micro-ondas na potência 900 W, cerca de 5 minutos. 
Retire as castanhas para uma folha de jornal, embrulhe-as e deixe repousar durante 5 minutos.

Sejam preparadas de uma forma ou de outra, devem ter por companhia uma ginjinha, uma jeropiga ou outro vinho licoroso.

Nas receitas utilizo os seguintes produtos:


4 de novembro de 2019

DOCE DE ABÓBORA


Nada melhor que os doces e compotas caseiros. Feitos com os frutos da época podemos ter sempre na dispensa doces diferentes ao longo do ano. 
Uma abóbora deu para fazer Broas de Abóbora e Aveia e este doce.

Ideal para servir com queijo, requeijão, com iogurte ou em tostas, huuummm delicie-se ...... pois nós adoramos 😋


Ingredientes

  • 700 g de abóbora menina 
  • 700 g de açúcar amarelo
  • 3 paus de canela, usei Vahiné
Preparação tradicional
  • Corte a abóbora em pequenos pedaços, coloque-os num tacho com o açúcar e os paus de canela, envolva tudo e leve a lume brando para cozer lentamente;
  • De vez em quando mexer com uma colher de pau para não pegar ao fundo;
  • Quando atingir o ponto estrada (coloque um pouco de doce num prato e ao passar com a colher este deve formar uma "estrada") retire do lume;
  • Coloque em frascos esterilizados com tampa hermética, feche e vire os frascos ao contrário até arrefecerem;
  • Guarde em local seco e fresco até conseguirem resistir 😊

Preparação - Thermomix
  • Coloque a abóbora cortada em pedaços e o açúcar no copo, triture 15 seg/velocidade 7;
  • Junte os paus de canela, coloque o cesto sobre a tampa, sem o copo medida, e programe 45 minutos/Varoma/ velocidade 1;
  • Verifique o ponto de cozedura, coloque um pouco de doce num prato e ao passar com a colher este deve formar uma "estrada";
  • Coloque em frascos esterilizados com tampa hermética, feche e vire os frascos ao contrário até arrefecerem;
  • Deliciem-se 😊

29 de outubro de 2019

MUFFINS DE CHOCOLATE


Bolinhos de chocolate, quem não gosta! 😊
Muito simples de preparar e super deliciosos!

Ingredientes
  • 200 g de farinha s/ fermento
  • 130 g de açúcar amarelo
  • 75 g de óleo de coco
  • 2 ovos
  • 60 ml de leite
  • 4 colheres de sopa de cacau em pó, usei Balbake do Lidl
  • 1 colher de chá de fermento em pó, usei Vahiné
  • Pepitas de chocolate negro, usei Vahiné
  • Formas de papel


Preparação
  • Misture a farinha, o fermento e o chocolate, reserve;
  • Numa taça coloque os ovos e o açúcar, bata muito bem;
  • Adicione o óleo de coco e o leite, bata mais um pouco;
  • Adicione a mistura da farinha pouco a pouco;
  • Coloque a massa em forminhas de papel, polvilhe com as pepitas de chocolate e leve ao forno pré-aquecido durante 15 minutos;

Na receita utilizei estes excelentes produtos: