terça-feira, 15 de março de 2011

ENGUIA

Muitas são as localidades que durante este mês divulgam a enguia na sua gastronomia. Pode comer-se frita, em ensopado, caldeirada e as bem grossas grelhadas. Aqui deixo a sua história.

Nome vulgar: Enguia, Meixão (juvenis), Angula (juvenis)
Nome científico: Anguilla anguilla

Nascem no Oceano Atlântico, no Mar dos Sargaços, entre as Bahamas e as Bermudas, como larvas são arrastadas ao longo de um período de 2 a 3 anos pelas correntes oceânicas até às costas europeias onde inicia uma outra etapa, já como pequenas enguias ou enguias de vidro (transparentes) vão subindo ao longo dos rios e ribeiras onde adquirem o estado adulto para mais tarde regressarem de novo à origem onde se reproduzirão e morrerão.
No nosso país a enguia pode ser encontrada em praticamente todos os cursos de água doce.
É uma espécie marinha com uma interessante história migratória, com um ciclo de vida em água doce e outro no mar. Possui um corpo muito alongado e cilíndrico. tem o dorso esverdeado e ventre claro. Apresenta um focinho pequeno e cónico com 2 pares de narinas e de boca larga, com pequenos dentes muito fortes e aguçados.
Desloca-se com grande facilidade em qualquer curso de água bem ou mal oxigenadas, procurando sempre os obstáculos para se proteger ou camuflar. Desenvolve grande parte da sua actividade à noite. Possui ainda a capacidade de poder sair da água e movimentar-se nas margens mais húmidas, chegando mesmo a utilizar esta particularidade para se introduzir num outro meio aquático mais próximo.
A Enguia é um peixe omnívoro, e sobretudo carnívoro, muito voraz. Após entrar no ciclo de água doce alimenta-se de pequenos peixes, crustáceos, anfíbios, grandes larvas, etc..
Após um longo ciclo de vida em água continentais, entre 5 e 12 anos, no início do Outono a Enguia empreende o regresso ao Mar dos Sargaços, onde tem lugar a reprodução, sendo a postura feita a profundidades que vão dos 300 aos 600/700 metros, quando a temperatura estabiliza nos 16ºC ou 17ºC. Cada fêmea pode reproduzir o impressionante número de 1 milhão de ovos ou até mais. A incubação dura mais ou menos 30 dias e após a eclosão das larvas estas ficam dissimuladas em pequenas algas em deriva e logo arrastadas pela chamada corrente do Golfo que cruza o oceano.

MEIXÃO

ENGUIAS

(fotos retiradas da web)



Sem comentários :

Enviar um comentário

Obrigado pela vossa visita e pelo comentário.
Um beijinho,
Zélinha